Projeto Tiriyó

INFORMAÇÕES:

Missionários: Anésio Fernandes Neto e Cristiane D. Hoch Fernandes (esposa)
Ministério: Fortalecimento da Igreja Indígena nessa região, Alcançar outras aldeias com o evangelho e Gerar uma melhoria na qualidade de vida do povo.
Local: …/Pará
Igreja Enviadora: IEL
Agência: AMEL e MNTB
Início do Projeto: Janeiro de 2018

SOBRE OS MISSIONÁRIOS

Anésio Fernandes Neto, sou membro da Igreja Boas Novas de Vianópolis – GO, não tive o privilégio de nascer num lar cristão, mas ainda na adolescência, toda minha família teve a oportunidade de conhecer o evangelho por meio de um casal de missionários, porém durante muito tempo frequentei a igreja sem realmente entender a mensagem da cruz, apenas na juventude Deus alcançou meu coração com sua graça salvadora. Com o passar do tempo fui crescendo espiritualmente e me envolvendo com os ministérios da igreja, nesse tempo fui desafiado a obra missionária, então em 2011 ingressei no Instituto Bíblico Peniel, da Missão Novas Tribos do Brasil, onde tive o privilégio de estudar teologia naquele seminário e ver Deus confirmando sua vontade em minha vida, foi onde também, conheci minha esposa.

Cristiane D. Hoch Fernandes, sou membro da Comunidade Evangélica Livre de Rio do Sul -SC, nasci num lar cristão e fui salva em Cristo Jesus aos 7 anos de idade, fui desafiada a obra missionária ainda jovem, participando de conferências missionárias, projetos missionários, ministérios de minha igreja local e ao compreender a ordem de Jesus aos seus discípulos de ir e pregar o evangelho (Mt.28.19). Então no ano de 2012, após trabalhar por quase 3 anos integralmente em minha igreja, ingressei no Instituto Bíblico Peniel da Missão Novas Tribos do Brasil, onde tive o privilégio de estudar teologia naquele seminário tão abençoado e de conhecer o Neto, meu esposo. Desde então Deus tem nos direcionado para trabalhar com povos transculturais, por isso, após casarmos no ano de 2015, continuamos o curso junto a Missão Novas Tribos do Brasil e fomos estudar no CTMS – Centro de Treinamento Missionário Shekinah- lá pudemos ter um preparo missionário, antropológico e linguístico. Sabemos que a obra da salvação é efetuada pelo poder do Espirito Santo, mas entendemos que pregar o evangelho é de grande responsabilidade, por isso, este preparo serviu para que ao pregar o evangelho a mensagem seja teologicamente fiel e ao mesmo tempo relevante para o povo ao qual Deus deseja nos levar. Agora Deus tem nos dado a direção para trabalhar com o povo indígena Tiriyó e seus agregados, que vivem inseridos na selva amazônica, localizados no Noroeste do Estado do Pará; esta etnia é composta por mais de 25 aldeias distribuídas ao longo de dois rios, Marapi e Paru D’Oeste, ao Norte do rio Amazonas. Deus tem levantado uma equipe da qual faremos parte, juntamente com as missionárias Lídia Braga e Sarah Almeida. Como servos do Senhor da seara acreditamos que Ele tem nos separado para desenvolver esse ministério. John Knoxx disse que o missionário é uma pedrinha laçada bem longe, são aqueles que levam o evangelho aos confins da terra, e nós queremos ser essa pedrinha entre o povo Tiriyó.

PARA CONTRIBUIR:

Para contribuir: Doações para o projeto Tiriyó são identificados com R$ 1,00. Por exemplo, para contribuir com R$ 100,00 deposite R$ 101,00 e saberemos automaticamente que o valor se destina para este projeto.
Informações ou aviso de depósitos diferenciados pelo e-mail: secretaria@amel.org.br

Conta: Banco Bradesco, Ag 450-2, CC 134934-1. AMEL- Associação Missionária Evangélica Livre
CNPJ: 04.760.938/0001-60.

INFORMATIVOS:

CARTA INFORMATIVA PROJETO TIRIYÓ

Olá queridos,

É com o mesmo sentimento de Paulo, com alegria e gratidão em nossos corações que comunicamos que, depois de oito meses, estamos encerrando nosso tempo de divulgação. Somos gratos a Deus por cada igreja onde tivemos a oportunidade de visitar, por cada família que nos recebeu com tanto carinho, foi um tempo muito precioso de desafios, comunhão e aprendizado, desejamos em breve rever a todos.

Agora estamos em Rio do Sul-SC e no último domingo, dia 03/12, a igreja CELIVRIS (Comunidade Evangélica Livre de Rio do Sul) promoveu nosso culto de envio. Foi um tempo muito especial de compartilhar um pouco mais de como Deus tem nos separado para a obra de evangelização entre povos indígenas e também onde a igreja pode confirmar seu apoio e cumplicidade para conosco.

Essa semana seguimos viagem para Vianópolis/GO onde teremos um tempo de comunhão com minha igreja e família, e no mês de janeiro seguimos para Santarém/PA para darmos início ao nosso ministério. Ainda temos a necessidade de grande parte dos recursos para construção de nossa casa na aldeia, mas confiamos que Deus proverá tudo o que precisamos.

Muito obrigado a todos que tem orado por nós e contribuído com nosso projeto, louvamos ao Senhor por suas vidas.

No amor de Cristo,

Neto & Cris

 

texto disponível em: CELIVRIS